Assembleia da República condenou criação de museu dedicado a Salazar

A Assembleia da República condenou ontem a criação de um museu dedicado a António Salazar em Santa Comba Dão, tendo o voto de condenação apresentado pelo PCP sido aprovado com a abstenção do PSD e do CDS.
Os comunistas defendem que a criação de “um ‘museu’ dedicado à memória do ditador na sua terra natal é “uma afronta à democracia, aos valores democráticos” e uma “ofensa à memória das vítimas da ditadura”.
Com o voto de condenação no Parlamento, os comunistas pretendem agora que os promotores da criação do museu “reconsiderem a sua posição” e que as “entidades, públicas e privadas, não apoiem essa iniciativa”.
A iniciativa de criação de um museu em Santa Comba Dão partiu do Município local, que anunciou a intenção de criar um Centro Interpretativo do Estado Novo, em parceria com outras entidades regionais e incluído numa rede ligada à História e Memória Política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *