Costa garante que o País irá alcançar a neutralidade carbónica em 2050

O primeiro-ministro garante que o País irá alcançar a neutralidade carbónica em 2050, mesmo com a expansão do Aeroporto de Lisboa e a construção de uma nova infraestrutura aeroportuária. 

Segundo António Costa, o Plano de Ação Climática “partiu de uma base conservadora”, em que a tecnologia não irá evoluir e os aviões, em 2050, continuarão a ser tão poluentes como agora. 

O líder do Governo defende que um país “que tem a posição geográfica de Portugal, que não está no centro da Europa”, e que não pode facilmente substituir o avião pelo comboio, necessita de um aeroporto novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *