Greve anunciada dos trabalhadores da limpeza e recolha urbana

Em Almada, e face à greve anunciada dos trabalhadores da limpeza e recolha urbana entre as 00h00 de quinta-feira e as 24h00 de sexta, a Câmara solicitou a intervenção da Direção-Geral da Administração e do Emprego Público com vista à negociação de um acordo de serviços mínimos.
Face à situação – que abrange o feriado municipal de Lisboa e o início do fim-de-semana -, o Colégio Arbitral determinou serviços mínimos na Recolha de Resíduos, Limpeza das Praias e Urbana, sendo a percentagem dos trabalhadores a afetar de cerca de 20% relativamente ao número total de efetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *