Montijo aprovou protocolos para a criação de Equipas de Intervenção Permanente

O Município do Montijo aprovou os protocolos de colaboração entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil e as duas associações locais de bombeiros voluntários para a criação de Equipas de Intervenção Permanente. 

Segundo a autarquia, estes acordos traduzem as condições de contratação, funcionamento e manutenção destas equipas, nas corporações do Montijo e de Canha, compostas cada uma por 5 bombeiros. 

Já os encargos salariais destes elementos são repartidos pela Autoridade Nacional de Proteção Civil e a Câmara Municipal, num investimento individual das 2 entidades de 50.740 euros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *