PCP defende a adoção urgente de medidas de defesa do emprego

O PCP defende a adoção urgente de medidas de defesa do emprego e o prolongamento e reforço do subsídio de desemprego. Os comunistas portugueses reafirmaram estas propostas depois de o Instituto Nacional de Estatística ter divulgado que a taxa de desemprego subiu para 7% em Junho, número que, de resto, o PCP alerta que está longe de refletir a destruição de postos de trabalho que se tem verificado. 

O PCP refere igualmente que as consequências da epidemia de covid-19 assumem um significado particular na atual realidade do desemprego, mas atribui também responsabilidades às recentes alterações ao Código de Trabalho, acordadas entre PS, PSD, CDS, confederações patronais e UGT. 

Alterações à legislação laboral, sustenta ainda o Partido, que agravaram a precariedade e facilitaram os despedimentos, e, por isso, quer ver revogadas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *