Sindepor avançou com providência cautelar contra a requisição civil

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal avançou com uma providência cautelar contra a requisição civil decretada pelo Governo para tentar travar a greve.
Desta forma, o Sindepor espera bloquear a requisição civil, para que a paralisação cirúrgica possa prosseguir até 28 deste mês.
O sindicato justifica que “a providência justifica-se na medida em que os fundamentos para a requisição civil não existem, nem há situação de emergência, nem há incumprimento dos serviços mínimos”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *