Motorista de autocarro agredido na 6ª feira à noite, em Massamá

O motorista de autocarro agredido na 6ª feira à noite, em Massamá, é o mesmo que, há 1 semana – na Amadora -, denunciou uma passageira, cuja filha menor viajava alegadamente sem título de transporte.
O homem foi agredido “com gravidade” – em resultado de uso da força física, mas sem recurso a armas -, segundo fonte da PSP, continuando internado no Hospital de S. Francisco Xavier, em Lisboa.
Entretanto, Cláudia Simões – que acusa a PSP de agressão – disse estar “chocada” com o facto de quererem associar a agressão ao motorista “a represálias”, negando qualquer envolvimento no ato de violência, e reafirma que o seu “problema” é com o agente que acusa de a agredir e “com os agentes que assistiram”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *